Quem produz marketing político?

Imagem

“Eu quero Serra, eu quero já. Eu quero Serra já”. Até o dia 07 de outubro, os municípios brasileiros conviverão com campanhas eleitorais diariamente nas rádios e televisões. Escuta-se de tudo: desde candidatos com postura mais séria a até mesmo a Vovó da Fiel. E o que irá destacar um candidato do outro consiste apenas no marketing, infelizmente.

Em todos os países, a campanha eleitoral está muito ligada ao marketing. Mas, o que temos que nos questionar é o por que no Brasil, apenas o marketing é levado em consideração? Por que os eleitores fundamentam o voto apenas no que assistiram na televisão? E não considera, por exemplo, pesquisas  extras sobre cada uma das opções?

As respostas para tais questões enfrentam o mesmo descaso  com a educação e outras causas sociais. A sociedade precisa se conscientizar da necessidade de participação política. É inadmissível a fala que “todo político não presta”.

Se o anseio é por mudança, há uma grande importância dos cidadãos começarem a fazer parte e influenciarem o debate no âmbito político. Uma sociedade interessada impediria campanhas totalmente superficiais e teria maior capacidade cobrança frente aos gestores dos mais diversos municípios e estados brasileiros.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s