O Emblemático Fim de Tony Scott

No último domingo, 19 de agosto, morreu de forma trágica o diretor Tony Scott, após pular de uma ponte em San Pedro, Los Angeles. De acordo com testemunhas, Scott parou seu carro na ponte Vincent Thomas, escalou a cerca e pulou sem hesitar. O corpo só foi encontrado três horas após o acidente, assim como dois bilhetes; um em seu carro e outro em seu escritório. O conteúdo das cartas não foi divulgado.

Imagem O cineasta britânico, nascido em uma pequena cidade no nordeste da Inglaterra em 1944, iniciou sua carreira dirigindo comerciais para televisão. As artes sempre fizeram parte da família Scott, e Tony, após tentar ser pintor, acabou seguindo os passos do irmão mais velho, Ridley Scott, até então um desconhecido diretor de comerciais.

O diretor firmou seu nome entre os conceituados diretores de Hollywood em 1968 com o filme “Top Gun”, lançando também o então jovem iniciante em filmes, Tom Cruise.  Em seu currículo também entram longas-metragens como “Amor à Queima-Roupa”, com roteiro de Quentin Tarantino, e “Deja-Vu”. Atuando também como produtor ao lado de seu irmão, Riddley Scott, diretor de blockbusters como “Gladiador”, os dois criaram a série “The Good Wife”, e, recentemente, a ficção científica “Prometheus”, além de “Coma”, uma minissérie sobre suspenses médicos. Os dois eram parceiros na produtora Scott Free Productions.

Trailer de Top Gun: http://www.youtube.com/watch?v=qAfbp3YX9F0

One response to “O Emblemático Fim de Tony Scott

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s