Conheça Varilux, o Festival que desbanca Cannes

Chega ao Brasil a maior edição do Festival Varilux de Cinema Francês, que ocorre de 15 a 23 de agosto. Exibirá 17 filmes, distribuídos por mais de 45 cinemas em 33 cidades de todo o país. Pela quantidade de exibições, o Varilux representa o maior festival do Brasil no ramo, e deverá consolidar o sucesso da edição 2011, que ultrapassou 45 mil espectadores.

 O dono da festa é o filme “Intocáveis”, de Eric Toledano e Olivier Nakache, que abre o festival. Foi um sucesso de bilheteria na França e trata-se da amizade do milionário Philippe (François Cluzet) com o ex-presidiário (Omar Sy), contratado para ser seu enfermeiro após ficar tetraplégico. “Intocáveis pertence a uma veia cômica que repousa no mesmo tipo de funcionamento que o Carnaval quando, durante um momento festivo, os valores são infringidos, as hierarquias são invertidas e os ídolos são queimados…” pontuou o crítico Olivier Beuvelet.

 Este ano ocorre a edição mais heterogênea: passando por vários gêneros e estilos, um destaque do festival é o filme “My way, o mito além da música”, dirigido por Florent-Emilio Siri e representa um dos grandes músicos da França dos anos 70, Claude François. Outra figura ilustre é Woody Allen, que aparece ao lado de Alice Taglioni e Patrick Bruel na comédia “Paris-Manhattan”, de Sophie Lellouche, filme no qual a protagonista é apaixonada por ele e tem de aguentar a pressão da família para casá-la.

 Seguindo a linha da diversidade cultural presente no cinema francês, abre-se espaço aos cineastas estrangeiros. Entre os títulos, estarão presentes filmes da cineasta e atriz libanesa Nadine Labaki, no filme “E agora, aonde vamos?”. O senegalês Moussa Touré também garante seu espaço com “O barco da esperança”, longa sobre a tragédia dos jovens africanos que emigram para a Europa arriscando suas vidas, e que emocionou o público no último festival de Cannes.

Dados comprovam que os franceses estão mais presentes do que nunca nas telonas, com 216 milhões de entradas em 2011, dentre as quais 90 milhões para filmes franceses. Será lançada também a Primeira Oficina Franco-Brasileira de Roteiros Audiovisuais, numa tentativa de aproximar as produções dos dois países.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s